CC BY-NC-ND 4.0 · International Journal of Nutrology 2018; 11(S 01): S24-S327
DOI: 10.1055/s-0038-1674505
Trabalhos Científicos
Thieme Revinter Publicações Ltda Rio de Janeiro, Brazil

Benefícios das Fibras Solúveis E Insolúveis Presentes na Semente de Chia (Salvia Hispanica L.) Sobre a Prevenção/Tratamento da Constipação: Revisão de Literatura

Lidinayde Kelly Morais
1  Universidade Federal de Campina Grande
,
Maria Aparecida Gomes Lacerda
1  Universidade Federal de Campina Grande
,
Jardenia Oliveira Andrade
1  Universidade Federal de Campina Grande
,
Maria Lucia de Azevedo Oliveira
1  Universidade Federal de Campina Grande
,
Paloma Cristina Milhomens Ferreira Melo
1  Universidade Federal de Campina Grande
,
Gezaildo Santos Silva
1  Universidade Federal de Campina Grande
,
Ana Cristina Martins Silveira
1  Universidade Federal de Campina Grande
,
Vanessa Bordin Viera
1  Universidade Federal de Campina Grande
› Author Affiliations
Further Information

Publication History

Publication Date:
27 September 2018 (online)

 
 

    Introdução: a semente de chia (Salvia hispanica L.) tem sua origem no México e Guatemala, por ser uma rica fonte natural de fibras, ácidos graxos, antioxidantes e ômega 3, é utilizada para agregar valor a uma gama de produtos no mercado, para a redução de peso corporal e no controle de algumas doenças crônicas não-transmissíveis (DCNT). Doenças essas que muitas vezes são causadas por uma alimentação inadequada associada ao consumo de alimentos industrializados. Partindo desse pressuposto, há uma maior preocupação na escolha dos alimentos, no qual os mesmos que possuem características funcionais passaram a ser prioridade para a população, a fim de reduzir os agravos à saúde e garantir uma melhor qualidade de vida.

    Objetivo: Elencar os benefícios da inserção da semente de chia (Salvia hispanica L.) na alimentação com o intuito de reduzir e/ou prevenir o surgimento de doenças crônicas não-transmissíveis.

    Metodologia: Foram realizadas buscas de artigos nas bases de dados eletrônicos do Google Acadêmico e Scielo de maior relevância, dos anos de 2013, 2014 e 2017.

    Resultados: a semente de chia por apresentar um alto teor de fibras insolúveis propicia o aumento do volume do bolo fecal, absorvendo uma maior quantidade de gordura. E quanto as fibras solúveis que a semente de chia apresenta, sua função primordial é a capacidade de retenção hídrica e quando aliada a presença de água, forma um gel com capacidade de associar-se a moléculas como, proteínas e carboidratos. As fibras solúveis e insolúveis possuem como característica principal a modulação do trânsito intestinal, pois tem como propriedade alterar a viscosidade, maciez e volume do bolo fecal, bem como promover o equilíbrio da massa microbiana que fica presa na porção final do intestino, garantindo assim, uma maior frequência nas evacuações e como consequência uma redução dos sintomas da constipação.

    Conclusão: Ressalta-se que o consumo em quantidades adequadas de fibras solúveis e insolúveis contidas na semente de chia associada a ingestão de água, exerce efeito positivo sobre a prevenção/tratamento de DCNT, porém, é válido ressaltar que seus efeitos podem ser potencializados quando associados à atividade física e alimentação equilibrada.


    #

    No conflict of interest has been declared by the author(s).