CC BY-NC-ND 4.0 · Rev Bras Ortop (Sao Paulo) 2020; 55(05): 642-648
DOI: 10.1055/s-0040-1709200
Artigo Original
Coluna

Parafusos pediculares e violação facetária – A importância do ângulo entre a faceta e o parafuso

Artikel in mehreren Sprachen: português | English
1   Instituto de Patologia da Coluna (IPC), São Paulo, SP, Brasil
,
1   Instituto de Patologia da Coluna (IPC), São Paulo, SP, Brasil
2   University of California, UCSD, San Diego, CA, Estados Unidos da América
,
1   Instituto de Patologia da Coluna (IPC), São Paulo, SP, Brasil
,
1   Instituto de Patologia da Coluna (IPC), São Paulo, SP, Brasil
,
1   Instituto de Patologia da Coluna (IPC), São Paulo, SP, Brasil
› Institutsangaben

Resumo

Objetivo Verificar se, independente da técnica de colocação do parafuso, há uma distância ou angulação segura em relação as facetas para que os parafusos sejam colocados de modo a evitar a violação da articulação facetária.

Métodos Estudo retrospectivo, comparativo, não randomizado, em centro único. Foram avaliados em tomografia computadorizada axial: o ângulo do parafuso/barra em relação a linha média, o ângulo do centro das facetas em relação a linha média, a distância entre a cabeça do parafuso/barra até a linha média, e a distância do centro das facetas até a linha média; a violação da articulação facetária será avaliada em uma gradação de 0 a 2. Serão também calculados a diferença entre o ângulo do parafuso e ângulo da faceta (Δ Ångulo) e também a diferença entre a distância da faceta e a distância do parafuso (Δ Distância).

Resultados Um total de 212 pacientes e 397 facetas foram analisados (196 do lado esquerdo e 201 do lado direito). Destes, 303 foram não violados (grau 0), correspondendo a 76,32%, e 94 sofreram algum tipo de violação (grau 1 e 2), correspondendo a 23,68%. A média do Δ ângulo foi de 9,87° +/−  4,66° (grau 0) e de 3,77° +/−  4,93° em facetas (grau 1 e 2) (p < 0.001), e o Δ distância médio nos casos em que não houve violação foi de 0,94 unidades aleatórias (u.a.) +/− 0,39 u.a., enquanto o Δ distância de casos G1 e G2 foi de 0,56 u.a. +/−  0,25 u.a. (p < 0.001).

Conclusão As medidas de ângulo e distância entre faceta e parafuso, podem auxiliar na colocação de parafusos. Esses parâmetros podem ser utilizados como medidas de segurança com o uso mais frequentes das técnicas de navegação cirúrgica.



Publikationsverlauf

Eingereicht: 18. September 2019

Angenommen: 27. Januar 2020

Publikationsdatum:
08. Juni 2020 (online)

© 2020. The Author(s). This is an open access article published by Thieme under the terms of the Creative Commons Attribution-NonDerivative-NonCommercial-License, permitting copying and reproduction so long as the original work is given appropriate credit. Contents may not be used for commercial purposes, or adapted, remixed, transformed or built upon. (https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/).

Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia. Published by Thieme Revinter Publicações Ltda
Rio de Janeiro, Brazil