CC BY-NC-ND 4.0 · International Journal of Nutrology 2017; 10(04): 136-144
DOI: 10.1055/s-0040-1705645
RELATO DE CASO
Thieme Revinter Publicações Ltda Rio de Janeiro, Brazil

Terapia nutricional em pacientes com câncer do aparelho digestivo

Nutritional therapy in patients with cancer in the digestive system
Lilia Tomaz Godoi
1  Médica Pós-graduanda do CNNEP - ABRAN, 2016-2017
,
Sandra Lúcia Fernandes
2  Nutróloga-ABRAN - Tutora
› Author Affiliations
Further Information

Publication History

20 April 2017

11 December 2017

Publication Date:
17 February 2020 (online)

RESUMO

O estado nutricional é um determinante crítico do sucesso do tratamento e qualidade de vida dos pacientes com câncer. As terapias contra o câncer, incluindo cirurgia, quimioterapia e radioterapia estão associadas à desnutrição, além do que, as drogas utilizadas no tratamento para combater o câncer muitas vezes resultam em vômitos, mucosite, diarréia e disfagia. Esta pesquisa tem como objetivo principal compreender o efeito das intervenções nutricionais em pacientes com câncer no trato digestivo, analisando diversos estudos. Para a realização deste estudo foi utilizado o método de revisão da bibliografia, pesquisando-se artigos científicos das bases de dados PubMed, Bireme e Google acadêmico. Os resultados mostraram que a caquexia neoplásica é uma manifestação clínica muito comum em pacientes com câncer no trato gastrointestinal. A terapia nutricional precoce proporciona resultados benéficos em termos de minimizar a perda de peso, reduzir a deterioração do estado nutricional e da função física. Sempre que possível a primeira escolha deve ser a via oral. Porém, pacientes desnutridos ou que não conseguem ingerir a oferta calórica e proteica calculada por via oral, podem ser candidatos à nutrição enteral (NE) ou nutrição parenteral (NP). Estudos recentes têm sugerido a associação das terapias enteral e parenteral na redução das complicações pós-operatórias e na diminuição da permanência hospitalar.

ABSTRACT

Nutritional status in patients with cancer is a critical determinant of treatment success and life quality. Therapeutic approaches in cancer, including surgery, chemotherapy and radiation, are associated with malnutrition, and drugs used to treat cancer often result in vomiting, mucositis, diarrhea, and dysphagia. The main objective of this research is to understand the effect of nutritional interventions in GI cancer patients, analyzing several studies. For the accomplishment of this study we performed a systematic review of the literature, searching for scientific articles of the following databases PubMed, Bireme and Google academic. Results showed that neoplastic cachexia is a very common clinical manifestation in patients with GI cancer. Early nutritional therapy provides beneficial results in terms of minimizing weight loss, reducing deterioration of nutritional status, and physical function. The first nutritional choice should be the oral route. When patients are unable to ingest caloric and mainly oral protein supply, they may be candidates for NE or NP. Recent studies have suggested the association of enteral and parenteral therapies in reducing postoperative complications and in decreasing hospital stay.