CC BY-NC-ND 4.0 · International Journal of Nutrology 2017; 10(02): 022-027
DOI: 10.1055/s-0040-1705285
ARTIGO ORIGINAL
Thieme Revinter Publicações Ltda Rio de Janeiro, Brazil

Dinâmica entre a alimentação habitual, anemia e segurança alimentar entre estudantes de Saúde no Amazonas

Isolda Prado de Negreiros Nogueira Maduro
1  Médica Nutróloga, Professora Adjunta da Universidade do Estado do Amazonas
,
Karla Cristina Petruccelli
2  Médica Nefrologista, Departamento de Clínica Médica da Universidade Federal do Amazo-nas
,
Jorge de Godoy Bezerra
3  Médico Hematologista, Fundação de Controle de Oncologia do Amazonas
,
Ivete de Araújo Roland
4  Farmacêutica, Universidade do Estado do Amazonas
› Author Affiliations
Further Information

Publication History

02 August 2016

10 October 2016

Publication Date:
17 February 2020 (online)

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi abordar a dinâmica entre a alimentação habitual e a presença de anemia de uma amostra de estudantes da área da Saúde (cursos de Medicina, Odontologia e Enfermagem) de uma universidade no estado do Amazo-nas, futuros profissionais envolvidos em educação na saúde. No início do estudo, os sujeitos foram submetidos a um questionário com abordagem sobre sua alimentação (recordatório alimentar de 24 horas e frequência alimentar), uso de medicamentos, história de saúde e fatores demográficos, sendo coletado sangue para dosagem de hemoglobina, estudo do ferro e dados antropométricos. Dos 114 alunos recrutados, 22 finalizaram a pesquisa, 64% do sexo feminino e 36% do sexo masculino, com média de idade de 19,8 e 26,2 anos, respectivamente. Foi detectada incidência de anemia em 18,2% dos participantes. É fundamental o entendimento sobre educação nutricional como um fator importante e decisivo da saúde e segurança alimentar.

ABSTRACT

The aim of this work was to approach the dynamic between the usual food habit and the presence of iron deficiency anemia in students of health courses (Medicine, Dentistry and Nursing) from the Universidade do Estado do Amazonas (UEA), future professionals that deal with health education. At the beginning of the study, subjects were submitted to a questionnaire about their food habits (24-hour feeding recall and food frequency), use of medications, health history and demographic factors, and blood was collected for hemoglobin and iron study, and anthropometric data. 22 out of the 114 enrolled students have completed the survey - 64% females and 36% males; the mean age 19.8 and 26.2 years, respectively; anemia was detected in 18.2% of participants. Understanding of nutrition education is an essential, important and decisive factor for health and food safety.