CC BY-NC-ND 4.0 · Rev Bras Ortop (Sao Paulo) 2019; 54(02): 214-218
DOI: 10.1016/j.rboe.2017.09.005
Case Report | Relato de Caso
Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia. Published by Thieme Revnter Publicações Ltda Rio de Janeiro, Brazil

Piomiosite do piriforme em um paciente com doença de Kikuchi-Fujimoto—relato de caso e revisão da literatura[*]

Article in several languages: português | English
Antônio Augusto Guimarães Barros
1  Hospital Madre Teresa, Belo Horizonte, MG, Brazil
,
Cláudio Beling Gonçalves Soares
1  Hospital Madre Teresa, Belo Horizonte, MG, Brazil
,
Eduardo Frois Temponi
1  Hospital Madre Teresa, Belo Horizonte, MG, Brazil
,
Victor Atsushi Kasuya Barbosa
1  Hospital Madre Teresa, Belo Horizonte, MG, Brazil
,
Luiz Eduardo Moreira Teixeira
1  Hospital Madre Teresa, Belo Horizonte, MG, Brazil
,
George Grammatopoulos
2  The Ottawa Hospital, Ottawa, Canadá
› Author Affiliations
Further Information

Publication History

13 August 2017

13 September 2017

Publication Date:
15 April 2019 (online)

Resumo

A piomiosite primária é uma infecção bacteriana profunda do músculo esquelético. Quando não diagnosticada ou tratada, a infecção pode evoluir para sepse, choque séptico e até morte. Os autores relatam o caso de uma paciente do sexo feminino, 23 anos, apresentando piomiosite do músculo piriforme durante o tratamento da doença de Kikuchi-Fujimoto. A piomiosite é uma infecção rara, mas potencialmente grave, que pode levar ao choque séptico. Esse caso mostra a necessidade em se elevar o grau de suspeição clínica em pacientes com comprometimento do sistema imunológico, para que o tratamento seja iniciado em estágio precoce. A literatura mostra que os resultados do tratamento da piomiosite do piriforme são bons.

* Trabalho realizado no Hospital Madre Teresa, Belo Horizonte, MG, Brasil em associação ao The Ottawa Hospital, Ottawa, Canadá. Publicado originalmente por Elsevier Ltda.