CC BY-NC-ND 4.0 · Rev Bras Ortop (Sao Paulo) 2019; 54(06): 644-648
DOI: 10.1016/j.rbo.2018.04.002
Artigo Original
Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia. Published by Thieme Revnter Publicações Ltda Rio de Janeiro, Brazil

Concordância intra e interobservador com relação ao sistema de classificação de Walch para artrose da articulação do ombro[*]

Article in several languages: português | English
Lauro José Rocchetti Pajolli
1  Departamento de Ortopedia e Traumatologia, Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), São Paulo, SP, Brasil
,
1  Departamento de Ortopedia e Traumatologia, Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), São Paulo, SP, Brasil
,
Isabella Ferrari
1  Departamento de Ortopedia e Traumatologia, Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), São Paulo, SP, Brasil
,
Fábio Teruo Matsunaga
1  Departamento de Ortopedia e Traumatologia, Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), São Paulo, SP, Brasil
,
Nicola Archetti Netto
1  Departamento de Ortopedia e Traumatologia, Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), São Paulo, SP, Brasil
,
Marcel Jun Sugawara Tamaoki
1  Departamento de Ortopedia e Traumatologia, Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), São Paulo, SP, Brasil
› Author Affiliations
Further Information

Publication History

13 October 2017

03 April 2018

Publication Date:
13 December 2019 (online)

Resumo

Objetivo Avaliar a concordância inter e intraobservador com relação ao sistema de classificação de Walch para artrose do ombro.

Materiais e Métodos Foram selecionadas tomografias computadorizadas da articulação do ombro de pacientes adultos entre 2012 e 2016, que foram classificadas por médicos com diferentes níveis de experiência em ortopedia. As imagens foram examinadas em três momentos distintos, e a análise foi avaliada pelo índice Kappa de Fleiss para verificar a concordância intra e interobservador.

Resultados O índice Kappa na concordância intraobservador variou entre 0,305 e 0,545. A concordância interobservador se mostrou muito baixa no fim das três avaliações (κ = 0,132).

Conclusão A concordância intraobservador com relação à classificação de Walch modificada mostrou-se variável, entre moderada e baixa. A concordância interobservador foi baixa.

* Trabalho desenvolvido no Hospital da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, SP, Brasil. Publicado Originalmente por Elsevier Editora Ltda.