CC BY-NC-ND 4.0 · Rev Bras Ortop (Sao Paulo) 2019; 54(01): 033-036
DOI: 10.1016/j.rbo.2017.09.006
Original Article | Artigo Original
Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia. Published by Thieme Revnter Publicações Ltda Rio de Janeiro, Brazil

Contaminação do trajeto de biópsia em sarcomas primários ósseos[*]

Article in several languages: português | English
Jairo Greco Garcia
1  Setor de Ortopedia Oncológica da Disciplina de Ortopedia, Departamento de Ortopedia e Traumatologia, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), São Paulo, SP, Brasil
,
Dayane Screpante Marques
2  Escola Paulista de Medicina, Departamento de Ortopedia e Traumatologia, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), São Paulo, SP, Brasil
,
Dan Carai Maia Viola
1  Setor de Ortopedia Oncológica da Disciplina de Ortopedia, Departamento de Ortopedia e Traumatologia, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), São Paulo, SP, Brasil
,
Marcelo de Toledo Petrilli
1  Setor de Ortopedia Oncológica da Disciplina de Ortopedia, Departamento de Ortopedia e Traumatologia, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), São Paulo, SP, Brasil
,
Maria Teresa de Seixas Alves
3  Disciplina de Anatomia Patológica, Geral, Sistêmica Forense e Bioética, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), São Paulo, SP, Brasil
,
Reynaldo Jesus-Garcia Filho
1  Setor de Ortopedia Oncológica da Disciplina de Ortopedia, Departamento de Ortopedia e Traumatologia, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), São Paulo, SP, Brasil
› Author Affiliations
Further Information

Publication History

11 August 2017

05 September 2017

Publication Date:
01 March 2019 (online)

Resumo

Objetivo

Determinar a incidência da contaminação do trajeto de biópsia nos pacientes com sarcomas primários ósseos, bem como as características clínicas que influenciaram neste desfecho.

Método

Foram avaliados retrospectivamente os laudos anatomopatológicos de pacientes tratados pelo Serviço de Oncologia Ortopédica do Departamento de Ortopedia e Traumatologia dessa instituição.

Resultado

Dentre os 148 pacientes incluídos no presente estudo, apenas um apresentou contaminação por células neoplásicas em seu trajeto de biópsia.

Conclusão

O procedimento de biópsia óssea em pacientes com sarcomas primários ósseos apresenta grande segurança no quesito contaminação quando feito em centros especializados no tratamento dessas patologias.

* Trabalho desenvolvido no Departamento de Ortopedia e Traumatologia, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil. Publicado originalmente por Elsevier Editora Ltda. © 2018 Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia.